segunda-feira, 22 de novembro de 2010

RESULTADOS DO PRÊMIO ESSO de 2010

   Diferentemente de anos anteriores, (veja posts dos dias 13 e 18 de dezembro de 2009) o Rio Grande do Sul não ganhou nada no 55º Prêmio Esso de Jornalismo. A cerimônia de divulgação dos melhores do ano de 2010 foi realizada na quinta-feira passada, dia 18, no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Foram julgados 1.215 trabalhos, dos quais, saíram 38 finalistas.
   Foram conferidas 14 premiações entre Reportagem, Telejornalismo, Fotografia e Contribuição à Imprensa. Duas comissões de julgamento, das quais fizeram parte 24 jurados, deram o primeiro lugar ao trabalho Diários Secretos, publicado na Gazeta do Povo, de Curitiba, que denunciou um esquema milionário de desvio de dinheiro público na Assembleia Legislativa do Paraná. Os autores da reportagem foram os jornalistas Katia Brembattri, Karlos Kohlbach, James Alberti e Gabriel Tabatchek. Durante dois anos, os jornalistas descobriram que atos do poder legislativo estadual paranaense eram sonegados à população, permitindo diversos tipos de fraudes nos cofres públicos como a existência de funcionários fantasmas e pagamentos de supersalários. O prêmio para o primeiro lugar foi de R$ 30 mil.
   A reportagem apontou fatos curiosos como de nepotismo, no qual um chefe chegou a contratar até 20 parentes. A repercussão foi intensa e levou, à prisão, dezenas de envolvidos em algum tipo de fraude.

OUTROS PRÊMIOS
   
   Categoria Telejornalismo

Vencedor: Roberto Cabrini e equipe do SBT com o programa Conexão Repórter, na edição em que foi relatado o resultado de uma investigação sobre abusos sexuais de padres contra coroinhas flagrados em Arapiraca, Alagoas.



Categoria Fotografia
Vencedor: Alexandre Vieira, do jornal O Dia, que registrou o desespero de quem estava na Avenida Brasil, na altura do Bairro de Guadalupe, durante um intenso tiroteio. O trabalho "Faroeste Carioca" mostrou uma sequência de imagens de uma troca de tiros entre policiais civis à paisana e um assaltante, que só terminou após a morte do criminoso.
Categoria Reportagem
Ganhador: Leonardo Souza, repórter da Folha de S. Paulo, com o trabalho "Dossiê traz dados sigilosos da Receita contra Tucanos". A reportagem mostrou que dados bancários e documentos fiscais sigilosos do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, foram conseguido ilicitamente pelo chamado "grupo de inteligência" da pré-campanha de Dilma Roussef.
Melhor Contribuição à Imprensa
Vencedor: Solano Nascimento, autor do livro "Os Novos Escribas" que faz distinções entre o jornalismo investigativo e o que ele chama de "jornalismo sobre investigações.
Prêmio Primeira Página
Ganhador: Jornal de Santa Catarina, com o trabalho "Ainda Somos o Único Penta", de autoria de Bárbara Carvalho, Fabrício Cardoso, Edgar Gonçalves Jr, Denis Pacher, José Werner e Patrick Rodrigues.
Prêmio Informação Econômica
Ganhador: Leonardo Souza, da Folha de S.Paulo com o trabalho "Sem caixa, governo segura restituições"
Prêmio Esso de Informação Científica, Tecnológica e Ecológica
Ganhador: João Moreira Salles, com o trabalho "Artur tem um problema", publicado na revista PIAUÍ.
Prêmio Esso de Criação Gráfica - Categoria Jornal
Ganhador: Gil Dicelli, com o trabalho "Trilogia Inquisição, no Rastro dos Amaldiçoados"
Prêmio Esso de Criação Gráfica - Categoria Revista
Ganhadores: Elohim Barros, Ricardo Calil, Lino Bocchini, Alex Cassalho, Camila Fudisaku, Thiago Bolotta, Caio Ferretti e Fujocka, com o trabalho Edição Especial Morte, publicado na revista Trip.
Prêmio Esso - Regional Sul
Vencedor: Simone Kafruni, do Diário Catarinense, com a reportagem "O Campo Envelhece". O trabalho apresentava o modelo de agricultura familiar da Região.
Prêmio Esso Regional Norte/Nordeste
Ganhador: Fred Figueiroa e Juliana Colares, com o trabalho "O caminho sem volta", publicado no Diário de Pernambuco.
Prêmio Esso Regional Centro-Oeste
Ganhador: Thiago Herdy, com o trabalho "Nos passos de Jean", publicado no estado de Minas
Prêmio Esso Regional Sudeste
Ganhador: Letícia Vieira, com o trabalho "A escola como ela é", publicado no jornal Extra.




Nenhum comentário: