sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

UMA PIADA QUENTINHA SOBRE O FIM DO MUNDO

Um amigo meu chegou em casa ontem preocupado com tanta história sobre o 21 de dezembro e imediamente afundou na cama e dormiu como uma pedra. Quando acordou, estranhou a escuridão como ele nunca tinha visto e o silêncio aterrador. Nem os cães da vizinhança latiam.
 Depois de rezar para todos os santos e orixás e chorar, finalmente levantou-se. Ao ligar o interruptor, a primeira surpresa: a escuridão continuou. Acendeu uma vela e foi para a cozinha. Tudo continuava escuro. Pensou em um café forte e notou que, da torneira não saiu um pingo sequer.
Por sorte, que não seria tão sorte assim, havia água na chaleira. Como o micro não funcionava, ligou o fogão. E nada. Sem conseguir fazer o café, voltou para a cama, encolheu-se e ficou chorando e rezando até dormir de novo.
 Quando acordou, novamente, por volta das 8h da manhã de hoje, ufa, notou a claridade. Viu que o mundo não acabara, mas percebeu que o fim do mundo é não pagar as contas da casa.

3 comentários:

Inaie disse...

e não tem reza que resolva o problema...hahaha

vidacuriosa disse...

O pior é quando o sujeito paga as contas em dia e, mesmo assim, em um dia falta água e no outro falta luz, como bem comentou no Facebook a minha amiga cantora e apresentadora de rádio Mariz Luiza Benitez ao reclamar da situação em Itapuã, distrito de Viamão.

vidacuriosa disse...

Epa, notei agora que errei o nome da Maria Luiza Benites. Desculpe.