domingo, 27 de novembro de 2016

TRISTE COM A PASSAGEM DE FIDEL CASTRO

Estou triste com a morte de Fidel. Não vou comentar aqui a queda de Fulgêncio Batista, que fazia de Cuba um bordel para os Estados Unidos nem os erros cometidos pelos novos governantes, nem a  pressão dos Estados Unidos sobre a nação comunista do Caribe.
Mesmo triste, não posso deixar de publicar uma piada que li há algum tempo:


Fidel e a bandeira de Cuba
"Em 2009 , um grupo de cubanos resolveu fazer uma homenagem aos 50 anos da Revolução Comunista. Decidiram fazer uma caminhada em Sierra Maestra, local significativo da luta guerrilheira. Convidaram um velho companheiro dos irmãos Castro, que participou da . Quando subiam a serra, já bem idoso, o tal guerrilheiro sentiu-se mal. Caído, prevendo que sua vida estaria por um fio, pediu aos 'compañeros":
"Traigame una bandera de Cuba.

Ninguém levava bandeira. Uma morena lindíssima de rosto e com corpo escultural lembrou-se de que tinha uma bandeira tatuada nas nádegas.
Ela tirou a roupa e a calcinha e aproximou o traseiro do rosto do compañero, que passou a exclamar:
- Me muero feliz com la bandera de Cuba. Beso la banderita de mi país. Viva Cuba!
E fez um último pedido:
- Ahora virate que quiero dar un besito em mi querido amigo Fidel."

Nenhum comentário: