domingo, 27 de novembro de 2016

DICAS SOLTAS SOBRE CRASE

DEVIDO Á -

DEVIDO ÁS


Sempre que surgir a expressão Devido a, seguida de substantivo feminino, pare e observe. Há caso de crase. Exemplos: Devido à observação, devido à chegada do frio, devido à conclusão, etc.

Sempre que, após devido as, vier substantivo feminino plural é caso de crase. Exemplo: O escritor ficou famoso devido às histórias de amor que ele escreveu.

Quando depois de a (preposição) vier substantivo plural, não há crase. Exemplo. Devido a inúmeras tentativas… devido a ideias estapafúrdias...

Para ter certeza de que há crase (contração da proposição a com o artigo a ou com a inicial (a) dos demonstrativos aquele, aquela, aquilo) passe para o substantivo para o masculino. Devido ao cuidado, devido aos procedimentos.


VERBO VISAR
Se o verbo for transitivo direto (sentido de pôr a vista ou o visto em algo) não há crase. Visar a nota, visar o cheque.

Se for verbo transitivo indireto (com sentido de meta, propósito) aí vai crase. Exemplo: Visar à prefeitura, visar o governo do Estado, visar às vagas.


É o mesmo caso dos seguintes verbos:

aspirar (aspirar à carreira = subir de cargo, aspirar a carreira, drogar-se com cocaína).

Assistir (assistir à cirurgia = ver a ação da equipe médica; assistir a cirurgia = ajudar ao médico, no caso de enfermeiros.)

Nenhum comentário: