sábado, 11 de junho de 2016

O DIA MAIS FRIO DO ANO EM TERRAS DO SUL

Tive medo de espiar a rua, na tarde cinza, dolorosamente quieta em que até as sombras das árvores se recolheram. Mesmo do lado de cá da janela, temi que meus olhos congelassem.

Nenhum comentário: