sábado, 18 de junho de 2016

AVOLICES DE JUNHO

Minha neta Luísa, de 10 anos, e eu nos divertimos muito às vezes. Uma das coisas que gostamos de fazer é inventar piadas. Nem sempre saem lá essas coisas, mas algumas nos fazem rir.  Como a do chinês no supermercado que começou com um mote da Luísa e eu dei uma modificada.


"Vizinho meu, chinês, sempre se esquece de alguma coisa quando vai ao súper. Mesmo quando leve uma lista. Outro dia, quando saía de casa, o filho pequeno dele pediu para que comprasse um produto para pôr no sorvete. Ele prometeu, mas não anotou. Quando já tinha comprado o que precisava e se encaminhava para o caixa, deu-se conta de que havia se esquecido do pedido do filho. Mas quem disse que ele lembrava? A saída foi pedir ajuda a uma funcionária do súper:
- A senhola pode me ajudar e encontlar um ploduto pla botá no solvete que o meu filho pediu?
- Não seria creme? perguntou a funcionária.
- Não.
- Era chocolate?
-Também não.
- Quem sabe, morango?
- Não. Agola me lemblei que o ploduto tem nome palecido com nome do meu filho.
- E como é que ele se chama?
 - Chang Tee Lee. 


Nenhum comentário: