sábado, 26 de janeiro de 2013

MAIS HISTÓRIAS DE AMIGOMEU


Amigomeu é muito tosco. Mas eu gosto dele. Tem um coração enorme e um cérebro pequeno. Sem fazer qualquer tipo de bulliyng, divirto-me muito. Principalmente quando ele ouve uma piada e tenta repetir. Pode ter certeza de que ele vai interrompê-la para rir. Ou então, mistura uma história com outra ou fala como é o final antes de começar a contar. Amigomeu é muito engraçado. Um dia, coloquei minha mão no ombro dele e perguntei: “Qual  a diferença entre o leão e o veado? Não sei, disse. “É que o leão não deixa ninguém botar a mão no ombro dele”. Ele riu pra caramba e se preparou para passar a pegadinha adiante. No final do dia, ao me reencontrar, ele se esqueceu, colocou a mão no meu ombro e perguntou: “Qual a diferença entre o leão e o veado”. Ele se preparava para dizer a segunda fala quando se surpreendeu com a minha resposta: “É que o leão não fica botando a mão no ombro dos outros”.
      Amigomeu é uma figura. Ele tem um monte de amigos no Facebook e gosta de contestar tudo o que os outros escrevem. Principalmente se é alguma frase de autoajuda. Adora dar uma opinião diferente, mas sempre se quebra. Outro dia, alguém postou algo sobre cabeludos e carecas. Amigomeu, que tem uma progressiva deficiência capilar, foi logo postando que “é dos carecas que elas gostam mais”,  relacionou calvície com inteligência, embora de uma forma  simples, é claro. E quanto alguém brincou meio pesado com os carecas, ele se saiu com essa:  “Se cabelo fosse importante, o leão seria o rei dos animais”. Eu não quis nem ver como se seguiu aquele diálogo lá naquele post.

Nenhum comentário: