sábado, 26 de maio de 2012

POLICIA DOS EUA DIZ QUE ENCONTROU RESPONSAVEL PELO SUMIÇO DE MENINO OCORRIDO EM 1979

Criminoso teria levado menino para porão nesse local
Hernandes disse que matou o garoto
No dia em que foi lembrado, em boa parte do mundo, o Dia Internacional da Criança Desaparecida, a Polícia de Nova Iork divulgou ter esclarecido o que aconteceu com Etan Paz, de seis anos, que sumiu em 1979. O caso gerou comoção e se tornou o símbolo da luta por encontrar desaparecidos nos Estados Unidos e no mundo todo. Na época do sumiço, a foto do garoto foi divulgada em caixas de leite, mas ele não foi encontrado. Na sexta-feira, como em várias partes do Brasil, foram largados, no Centro de Porto Alegre, balões com fotos de crianças desaparecidas. De acordo com a polícia, o homem detido em Nova Jersey confessou ter estrangulado a criança, perto da casa dela, em 1979.
Em entrevista coletiva, o delegado do Departamento de Polícia de Nova York, Raymond Kelly disse que o homem, identificado como Pedro Hernández, 51 anos, contou ter raptado o garoto numa loja do bairro Soho e o enforcado no porão de uma casa.

Etan, o desaparecido
Hernández, segundo a polícia, também assegurou ter colocado o corpo do garoto em uma caixa e depositado em lixo em Manhattan, mas alegou que, ao retornar mais tarde ao local, o corpo não estava mais lá. A polícia não divulgou o que teria levado o vendedor de lojas portorriquenho a cometer o crime.
Logo após ter sido detido, Hernandes foi internado em um hospital para ser submetido a uma avaliação psiquiátrica.
Etan foi atraído com promessa de receber doces do criminoso no primeiro dia que saíra de casa sozinho para ir à escola.
 Ao retomar as investigações sobre o caso, a polícia fez escavações no porão para onde o menino teria sido levado, mas o corpo não foi encontrado. A partir da movimentação na área, os investigadores receberam informações para a captura do homem que confessou o crime.

Nenhum comentário: