quarta-feira, 16 de maio de 2012

COISAS QUE ACHO INCONVENIENTES NO FACEBOOK

Considero o Facebook uma ferramenta admirável. O que mais me fascina é a possibilidade de reencontrar amigos que se perderam naturalmente por aí. Notável também é a opção de se poder desfazer uma falsa amizade. Pensei muito  antes de colocar este post, mas não consegui guardar a ideia comigo. Acho que vou perder muitos “amigos”, mas azar. 
 Então vamos para a lista das coisas que eu não gosto:
    *Gente que dá dois passos e posta onde está, como se fosse importante contar o que está fazendo ou para onde se dirigiu. Dá vontade de comentar: e eu com isso?
     *Gente que curte seus próprios posts. Comentar tudo bem, mas, se postou é porque curte, ora.
     *Gente que marca encontro pelo facebook com uma ou duas pessoas. Por que me informar onde vocês irão se não me convidam? Se é um papo privado, por que não usam a mensagem, o e-mail ou o MSN? Dá vontade de comentar: E eu com isso?
     *Gente que repassa tudo o que recebe sem o menor discernimento, sem a menor preocupação se que é fake, plágio ou mentira.
     *Gente que se preocupa mais em mandar mais recados para quem acha que o odeia ou fala mal de si do que para os seus amigos. 
     *Gente que comete erros crassos e não está nem aí, sem lembrar que é mais fácil copiarem seus erros do que seus acertos.
     *Gente que se apropria de outras identidades no Facebook, aproveitando-se do prestígio alheio. O fake é alguém invejoso e que não tem talento nem luz própria. Ou é alguém apenas que gosta de fazer maldades.
*Gente que tem a compulsão de bater o recorde de amigos, mesmo sem conhecê-los e depois não se preocupa com eles. Adiciona apenas para satisfazer uma necessidade de mostrar popularidade ou fazer alguma propaganda.
     *Gente que faz apologia de drogas ilícitas ou lícitas, de violência, de crimes, achando que, com isso, será diferente e não ficará naquilo que chama de chata rotina, pasmaceira ou mediocridade.


2 comentários:

Aldo Jung disse...

Concordo!

Gisa disse...

Concordo plenamente!