quinta-feira, 10 de novembro de 2011

PRESTIGIANDO UM AMIGO TALENTOSO

Dudu e o livro/ foto Ricardo Jaeger
    Quando a gente sai de um emprego, sempre lamenta algumas coisas. Uma delas é a interrupção da convivência diária com bons colegas. Um deles é o Eduardo Rodrigues, repórter de Geral corajoso e intransigente com tudo que é errado. Preocupado com o descaso de certas autoridades que colocam suas carreiras políticas acima dos deveres que têm para com o povo, Eduardo vai com tudo quando descobre uma falcatrua ou descumprimento de promessas feitas à população, independente do partido.
    Paralelamente a sua tarefa mais árdua no Diário Gaúcho, Eduardo escreveu um livro mais light, sentimental de certa forma, mas nem por disso menos importante. Na quarta-feira, estive presente à sessão de autógrafos, na Feira do Livro, da obra Sem Bossa, Não Há Quem Possa! Cassino dos Operários – Uma história. O livro resgata a história do clube Cassino dos Operários, de General Câmara, na Região Carbonífera, terra natal do autor. O cronista Kenny Braga fez a apresentação.
  Estive lá por dois motivos. O primeiro é a amizade com Eduardo. O segundo é que eu tive a honra e o prazer de fazer a revisão. O livro foi editado pela Livraria Martins Livreiro e custa 24 reais.
   Daqui envio um grande abraço ao Eduardo com votos de crescente sucesso. No twitter e na vida, eu atendo ao conselho do Chapolim Colorado, personagem do grande ator mexicano Roberto Bolaños, e sigo os bons.

2 comentários:

Anônimo disse...

Já havia sido uma honra tê-lo como revisor do livro. Agora, sinto-me mais honrado com esse comentário.

Valeu, P.Nunes.

Eduardo Rodrigues

vidacuriosa disse...

A honra é minha, Ed.Rodrigues. Abrs