quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

VEJA OS GANHADORES DO PREMIO ARI DE 2010

Foram entregues, na noite desta quarta-feira, no Teatro Dante Baroni, da Assembléia Legistativa, os prêmios aos ganhadores do 52º Prêmio Ari de Jornalismo. Foram inscritos 153 trabalhos, dos quais saíram os três primeiros colocados em 13 categorias. O primeiro lugar recebeu R$ 2 mil, e o segundo R$ 1 mil, além de diploma e do troféu Negrinho do Pastoreio. O terceiro lugar recebeu menção honrosa, com direito apenas a troféu e diploma. O prêmio promovido pela Associação Riograndense de Imprensa recebeu mais uma vez o patrocínio do Banrisul.
Os vencedores

JORNALISMO IMPRESSO

Reportagem geral - Carlos Etchichury e Juliana Bublitz, de Zero Hora, com a matéria "Corrupção nas Cadeias''. O segundo colocado foi Naira Hofmeister de Araújo, do Jornal Extra Classe, com a reportagem "Investigação sobre crise financeira da Ulbra". Humberto Trezzi, também de Zero Hora, conquistou, com Carlos Wagner, Carlos Etchuchury e Nilson Mariano, menção honrosa com "Os Infiltrados".


Reportagem econômica - Gilson Camargo, do Jornal Extra Classe, mensário de um sindicato, com "O preço do crescimento". Em segundo lugar ficou Caio Cigana, de Zero Hora, com O brilho de uma nova joia". Patrícia Comunelo, do Jornal do Comércio, recebeu menção honrosa, com "O Desafio de vender aos gaúchos".


Reportagem Cultural - Michele Bicca Rolim, do Jornal do Comércio, com a série de reportagens "Formas Gaúchas". Moisés Mendes, do Jornal Zero Hora, recebeu o segundo lugar com ''O Desgarrado das Barrancas do Uruguai", e a Menção Honrosa foi para Paulo César de Oliveira Teixeira, da Revista MagisUnisinos com o trabalho "Conversa de Botequim".


Charge - Santiago (Neltair Rebes Abreu) foi o primeiro colocado, com "Obama Prêmio Nobel", para o jornal João de Barro. O segundo lugar foi para Gilmar Luiz Tatsch, o Tacho do jornal ZH. Santiago também ficou a menção honrosa com a charge "Censo", para o jornal Extra Classe.



Planejamento Gráfico - Norton Voloski, de Zero Hora, com "Guia do Churrasco", foi o primeiro colocado. O segundo foi Cláudio Luiz Thomas, Diário Gaúcho, com o trabalho "Infância Vira Fumaça". A menção honrosa foi para Melina Gallo de Araújo, de Zero Hora, com o trabalho "Cozinheiros".


Fotojornalismo - Valdir Friolin, de Zero Hora, venceu com "O Decisivo". Cristiano Estrela Gonçalez, do Correio do Povo, recebeu o segundo lugar, com "Águas de Fevereiro". A Menção Honrosa foi para Emilio Pedroso, de Zero Hora, com o trabalho "Mega acidente".

Crônica - Mário Marcos de Souza, de Zero Hora, recebeu o primeiro lugar, com o trabalho 'Senhoras do Bem'. Em segundo ficou Moisés Mendes, de Zero Hora, com "A Copa de 70, Steve e Glênio". Cláudia Laitano recebeu Menção Honrosa, com "O Faroeste e a Marchinha"' de Zero Hora.


Reportagem Esportiva - José Diehl, Jornal ABC Domingo, conquistou o primeiro lugar com a matéria "As Raízes Gaúchas de Maicon". Em segundo ficou Jones Lopes da Silva, de Zero Hora, com a matéria "Eu Joguei com Pelé". Carlos Corrêa, do Correio do Povo, ficou com Menção Honrosa, com a reportagem "Sem Barreiras".






RADIO JORNALISMO


Reportagem Geral - Milena Schoeller, Rádio Gaúcha AM, recebeu o primeiro lugar com a série "Reciclagem". O segundo lugar foi para José Renato da Silva Freitas Andrade Ribeiro, da Rádio Gazeta AM, com o '"Estado Integra Sistema Paralelo de Adoções Ilegais que Esconde Comércio de Bebês". Cid Martins e Fábio Almeida, da Rádio Gaúcha AM, receberam Menção Honrosa com o trabalho "Tecnologia a Serviço do Crime: Presos Gaúchos Usam Celulares com Internet para Encomendar Crimes e Escapar do Grampo Policial".


Reportagem Esportiva - Filipe Pereira Gamba, da Rádio Gaúcha AM, ganhou o primeiro lugar com ''Futebol: Sonhos Interrompidos pelo Crime"'. O segundo lugar foi para Mariana Corsetti Oselame, da Rádio Guaíba AM, com '"Um Passado de Glórias". Luiz Carlos Reche, da Rádio Guaíba AM, ganhou Menção Honrosa com "O Outro Lado da Bola".


TELEJORNALISMO


Reportagem Esportiva - Fernando Becker, da RBS TV, conquistou o primeiro lugar com "As histórias e Origens do Técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes". Andrei Schmidt Kampff de Melo, também da RBS TV, levou o segundo lugar com a reportagem "Tragédia no Boxe". Fernando Becker conquistou também Menção Honrosa com "E. C e Novo Mundo Vence o Crack".

Reportagem Geral - Giovani Grizotti, da RBS TV, conquistou o primeiro lugar com a reportagem "A Farra dos Vereadores". O segundo lugar foi para a matéria "Mulheres: Reféns do Medo", de Luci Jorge, da TV Bandeirantes. Menção Honrosa foi para Elisabete Lacerda, da TVE, com "Cais do Porto, o Outro Lado da Revitalização".


CONTRIBUIÇÃO À COMUNICAÇÃO (Prêmio Antonio Gonzales)

Agraciados: Celito de Grande, Coletiva Net e Revista Amanhã



Em nome dos premiados, falou Moisés Mendes, de Zero Hora. Ele disse que o grande destaque deste ano é a capacidade da ARI de levar adiante o prêmio, ressaltando o empenho do presidente da associação, Ercy Thorma.

_ Venho aqui todo ano com dois motivos: o primeiro é conhecer o Giovani Grizzoti, que nunca aparece, e o segundo é chegar perto da premiação do Carlos Wagner, me faltam 45 ainda - brincou o jornalista, natural do Alegrete.




Editado com informações de Zero Hora e Coletiva/Net.com





Nenhum comentário: