quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

OS PATOS NÃO VOAM PARA O SUL, VOAM PARA A ITÁLIA

Alexandre Rodrigues da Silva, o atacante que saiu do Internacional e está brilhando no Milan, não foi o primeiro Pato a voar de Porto Alegre para a Itália. Em 1980, o jornalista Roberto Moure, o Pato Moure, acompanhou, como assessor de imprensa, outra ave famosa que saiu do Inter, o grande Falcão. Paulo Roberto Falcão tornou-se o Rei de Roma e retornou para o Rio Grande do Sul. Pato Moure ficou na Itália onde se tornou comentarista de televisão.
Hoje Pato Moure deve ser poliglota, evidentemente. Mas até 1979, ele não dominava sequer o espanhol. Pude notar isso quando dividimos um táxi em Rosario na Argentina, na cobertura de um torneio do Grêmio. Pato era o enviado da Rádio Gaúcha, eu fazia cobertura para a Folha da Manhã, da Caldas Júnior.
Extrovertido e muito divertido, Pato Moure perguntou ao taxista:
Senor, aonde estan las "vajas"? Como o motorista não entendeu, ele tentou explicar: "vajas, vaginas.
Quanto chegamos ao hotel, o taxista perguntou onde colocava as malas. E o Pato, sem titubear:
_ Pode poner nel chano.
É claro que hoje ele sabe que chão, em espanhol, é suelo.

Nenhum comentário: