quinta-feira, 8 de novembro de 2007

CONHECENDO O FOGO


Atualizado em 13/6/2011






Você sabia que um botijão de 13 quilos não explode, mesmo no fogo?
Eu também não sabia até fazer o curso de brigadista de incêndio promovido pela RBS e pelo Corpo de Bombeiros de Porto Alegre. Na semana passada, em quatro dias, apreendi uma série de coisas importantes como os diversos tipos de incêndio que existem e que extintores usar.
Muita gente acha que, em um foco de incêndio é só pegar o extintor que estiver mais perto e acioná-lo. É preciso cuidado e ciência. Em fogo iniciado em aparelhos elétricos energizados, nunca utilize água: você pode acabar morrendo com um choque elétrico. É necessário utilizar extintores de pó químico ou de C02, mais conhecido como gás carbono.
Além dos ensinamentos teóricos, fizemos exercícios desde como realizar os primeiros socorros até promover a saída rápida e segura de locais de incêndios. Entramos em salas escuras e com fumaça, apreendemos a carregar feridos em maca, realizamos descidas em rapel e em tirolesa, aprendemos a manejar extintores e mangueiras. O mais importante foi desenvolver um método de enfrentar situações de emergência sem nos deixar levar pelo nervosismo e pelo medo.
Ah, não acreditou nesse história de que botijão de 13 quilos não explode, é? Vou explicar então. Os bujões de 13 quilos possuem uma válvula de segurança que fica ao lado da válvula por onde sai o gás para o fogão. Essa válvula é bloqueada a mesmos que o ambiente apresente uma temperatura de 70 graus centígrados. Nesse limite, a válvula se derrete e deixa sair o gás do butijão, aliaviando a pressão e impedindo que exploda.
Por isso, se na sua casa houver um vazamento na mangueirinha por exemplo, e estiver pegando fogo, não saia correndo achando que o botijão vai explodir. Simplesmente deslige a chave do registro. Se queimou o registro e o gás está queimando diretamente na saída do botijão, basta tapar o orifício com o dedo (aquela chama azul não queima) e o fogo irá se apagar pela ausência de oxigênio que permite a propagação das chamas. Aí é só manter o orifício do botijão fechado, porque o gás continuará saindo, e levá-lo para um lugar aberto.
A dica mais importante no caso de haver escapamento de gás em uma casa é não mexer no interruptor de luz. Se estiver ligado, deixe ligado, se estiver desligado, não acenda a luz. Pode haver gás do botijão acumulado na peça, e uma faísca no interruptor fará o local explodir.


Em tempo: com o liquinho não vale a mesma coisa. Ele explode mesmo, porque não tem a tal válvula de segurança.
Atualizando: em 2011, em Porto Alegre, o botijão de 5kg, o liquinho, por não ter essa válvula, foi probido de ser fabricado e de ser usado.

Nenhum comentário: